SAUDE

Publicada em 21/01/17 às 21:59h - 137 visualizações
Ministério Público vai investigar posto de saúde sem acesso aos pacientes de SC.

fonte: g1.globo.com


4ª Promotoria de Canoinhas vai abrir um inquérito civil no Norte de SC.
Unidade foi entregue em 2016, mas sem rampa para consultórios.

O Ministério Público informou na sexta (20) que vai investigar as obras de um posto de saúde em Três Barras, no Norte catarinense. A unidade, que foi entregue em 2016, não tem rampa de acesso aos pacientes.

A 4ª promotoria de Canoinhas vai abrir um inquérito civil para investigar o caso. O prefeito alega que havia rampa no projeto. Já a gestão atual, diz que não. A
empreiteira contratada afirmou ter feito tudo o que estava previsto no contrato.

Acessibilidade
A falta de acessibilidade geraria problemas para pacientes em cadeiras de rodas ou com dificuldade de andar, além do acesso das próprias ambulâncias com macas. A gestão atual disse que não havia rampa prevista no projeto da construção.

O responsável técnico da obra, o engenheiro civil Zair Packer, também disse que não. "Quando nós tivemos acesso ao projeto para fazer a montagem do orçamento, não constava uma rampa e nem as escadas no acesso à ambulância".

O ex-prefeito, Eloi Quege (PP), que é médico, disse que fez o posto de saúde na parte de cima porque embaixo queria construir a Vigilância Epidemiológica e a Sanitária, que funcionam em prédios alugados. Mas faltou dinheiro.

A recepção do posto de saúde seria na parte da frente. A ideia era que a rampa começasse em uma calçada feita junto com a obra. Seria um caminho para as ambulâncias. Elas subiriam cerca de três metros até a parte de cima e deixariam os pacientes bem na entrada do posto de saúde.

Gestões
O ex-prefeito enfatizou que a obra não está pronta e que teria rampa. O projeto para comprovar não foi apresentado pela imprensa. A empreiteira disse que fez tudo o que estava planejado.

"Foi cogitada até a construção dessa rampa durante a execução da obra, mas daí ficou só em conversa e nada aconteceu. E a gente acabou concluindo essa obra em dezembro de 2016 e ficou assim", disse Israel Nunes Cavalheiro, dono da empreiteira.

A empresa estima que uma rampa para as ambulâncias e pacientes custaria mais de R$ 100 mil. O posto de saúde já custou R$ 600 mil. O novo prefeito, Luiz Shimoguiri (PR), ainda não sabe o que vai fazer com o prédio.

"Vamos ouvir o nosso engenheiro e os nossos advogados e a partir disso tomar uma decisão de qual procedimento nós vamos adotar com esse prédio", disse Shimoguiri.




Os Heróis da Vida Real.
Hora Certa
Estatísticas
Visitas: 6339711 Usuários Online: 94


Fan Page

Tempo no Brasil
You Tube Inscreva-se.
Departamento de Vendas.
Conexão Blogspot.
Rádio Web.
Bombeiros RS Treinamentos
Febrabom RS
A Maior Loja do Brasil

Inscreva-se em Nosso Canal.
Empresa Forte é Destaque Aqui!
Espaço Democrático.
Anuncie Aqui.
Anuncie Aqui!
Fique informado:
Colunistas

Júlio Valêncio

Contra ou a Favor! "eis a Questão".


MESTRE APARECIDO

O Malvado Favorito.


CARLOS CARDOSO

Bombeiros Civis do Rio Grande do Sul Fiquem Atento a Propagandas Enganosas pois, Nada é de Graça!


Redes Sociais


Bloquear cópia de conteúdo Não tente copiar!
Copyright (c) 2018 - conexaobombeiro.com.br - Todos os direitos reservados