Política

Publicada em 14/11/17 as 00:03h - 107 visualizações
Câmara aprova projeto de combate ao assédio no transporte público em Porto Alegre.

fonte: gauchazh.clicrbs.com.br


Texto prevê campanhas educativas para coibir abusos em ônibus, lotações e no trem urbano
A Câmara Municipal de Porto Alegre aprovou, na tarde desta segunda-feira (13), projeto que estabelece o Programa de Combate ao Assédio Sexual no Transporte Coletivo. O objetivo da proposta, aprovada por unanimidade em votação simbólica, é fazer que as empresas de transporte se empenhem mais em coibir abusos. 
A lei aprovada determina que as empresas façam campanhas educativas para estimular denúncias, a fim de conscientizar a população e a tripulação dos ônibus sobre a importância do tema. Autora do projeto, a vereadora Fernanda Melchionna (PSOL) destaca a aprovação como "um passo importante contra a cultura machista":
— É muito importante a gente começar uma política pública de combate ao assédio sexual às mulheres dentro do transporte público, que é uma prática que ocorre muito. Isso deve empoderar as mulheres para fazer a denúncia, como parte, também, de uma resistência e de uma luta na sociedade contra a cultura machista, que faz que a gente tenha altos números a respeito de violência contra a mulher. 
Dois artigos do projeto original foram suprimidos por meio de emendas: a capacitação da tripulação dos veículos do transporte coletivo para intervir nos casos de assédio sexual às mulheres, para "ajustar o conteúdo normativo", adequando-se ao parecer da procuradoria, e a criação de ouvidorias, por parte das empresas, para receber denúncias de assédio sexual e encaminhá-las à autoridade policial competente. Nessa última, a justificativa foi de que o problema deve ser combatido por forças de segurança pública e, portanto, um canal nas empresas poderia burocratizar o processo e criar um obstáculo. 
O projeto precisa ainda ser sancionado pelo prefeito Nelson Marchezan.
Por meio da assessoria de comunicação, a Associação das Empresas Transportadora de Passageiros (ATP) informou que já está sendo feito um trabalho conjunto entre prefeitura, EPTC e empresas de ônibus para inserir no treinamento dos rodoviários uma orientação padrão sobre como proceder e que está em andamento também o desenvolvimento de uma campanha que incentive a denúncia.
Como denunciar
— A ocorrência de assédio pode ser registrada nas delegacias de polícia. Também é possível ligar para o Disque Denúncia, 181.
— Para obter informações, há o Ligue 180, canal direto de orientação sobre direitos e serviços públicos para a população feminina em todo o país. Também é possível tirar dúvidas pelo telefone da Deam de Porto Alegre: (51) 3288-2172.
— Se você estiver sendo assediada, peça ajuda ao cobrador ou a outros passageiros. É possível acionar a Brigada Militar pelo 190.



Hora Certa
Estatísticas
Visitas: 5416469 Usuários Online: 19


Fan Page

Departamento de Vendas.
You Tube

Tempo no Brasil
Conexão Blogspot.
Febrabom RS
Bombeiros RS Treinamentos
A Maior Loja do Brasil

Empresa Forte é Destaque Aqui!
Veja agora!
Espaço Democrático.
Anuncie Aqui.
Anuncie Aqui!
Fique informado:
Rádio Web.
Colunistas

Júlio Valêncio

Contra ou a Favor! "eis a Questão".


MESTRE APARECIDO

O Malvado Favorito.


CARLOS CARDOSO

Bombeiros Civis do Rio Grande do Sul Fiquem Atento a Propagandas Enganosas pois, Nada é de Graça!


Redes Sociais


Bloquear cópia de conteúdo Não tente copiar!
Divulgue e Apareça!
Copyright (c) 2017 - conexaobombeiro.com.br - Todos os direitos reservados