POLICIA

Publicada em 09/02/19 às 11:30h - 135 visualizações
Técnico de enfermagem é preso em SP suspeito de estuprar paciente que se recuperava de cirurgia.

fonte: G1


Em depoimento, técnico disse que entrou no quarto da paciente durante a madrugada com seringa para limpar acesso.
Um técnico de enfermagem foi preso suspeito de estuprar uma paciente que se recuperava de uma cirurgia no Hospital Santa Catarina, na região central da cidade de São Paulo, nesta quinta-feira (7). Em depoimento, ele disse que entrou no quarto de madrugada com uma seringa e mexeu no acesso.
“Ele entrou sem avisar, sem eu chamar, e já foi direto no meu acesso. Injetou uma substância que me fez apagar imediatamente”, contou a mulher, que preferiu não se identificar. O caso ocorreu na madrugada do dia 15 de janeiro, depois que ela passou por uma cirurgia.
O técnico de enfermagem Jackson Bastos dos Santos foi preso na manhã desta quinta. Ele trabalhava no hospital havia oito anos, e foi demitido no mês passado, logo depois da denúncia – as regras do hospital sequer permitem a entrada de homens no quarto de pacientes mulheres.
Foi por meio das câmeras de segurança do Hospital Santa Catarina, que a polícia pôde comprovar a entrada do homem no quarto da paciente por três vezes, sendo que na última vez, ele estava com uma seringa e permaneceu no local por doze minutos.
A mulher conta que estava sozinha no quarto porque o marido ficou em casa cuidando da filha pequena do casal. “Eu acordei de manhã muito tonta para ir ao banheiro, e lembro, claramente, dele apertando meu seio com muita força”, disse à reportagem.
A paciente denunciou o abuso para as enfermeiras, para a médica e para o marido, que chamou a polícia. Mesmo em recuperação da cirurgia, passou por exames ginecológicos e foi a delegacia. O laudo dos exames ainda não saiu.
Vítima relata ter sido abusada por técnico de enfermagem 
Investigação
À polícia, Jackson alegou que entrou no quarto para limpar o acesso da paciente com soro fisiológico.
O laudo dos exames não comprovou conjunção carnal, o que não muda a gravidade do depoimento da vítima, que estava incapacitada de reagir ao abuso, configurado como estupro. A mulher ainda precisou tomar o coquetel anti-HIV, o que impossibilitou a amamentação da filha.
“Eu entendo que houve uma série de erros, sendo o primeiro deles, a falha de segurança, que permitiu que isso acontecesse”, acrescenta Mayra Pinheiros, advogada da vítima..
Em nota, o Hospital Santa Catarina informou que já forneceu à polícia todas as informações e que segue à disposição das autoridades. O advogado de Jackson Bastos dos Santos disse que tudo será esclarecido no momento oportuno.




Os Heróis da Vida Real.
Hora Certa

Estatísticas
Visitas: 7171182 Usuários Online: 49


Fan Page

Tempo no Brasil
You Tube Inscreva-se.
Departamento de Vendas.
Conexão Blogspot.
Rádio Web.
Bombeiros RS Treinamentos
Febrabom RS
A Maior Loja do Brasil

Inscreva-se em Nosso Canal.
Empresa Forte é Destaque Aqui!
Espaço Democrático.
Anuncie Aqui.
Anuncie Aqui!
Fique informado:
Colunistas

Júlio Valêncio

Contra ou a Favor! "eis a Questão".


MESTRE APARECIDO

O Malvado Favorito.


CARLOS CARDOSO

Bombeiros Civis do Rio Grande do Sul Fiquem Atento a Propagandas Enganosas pois, Nada é de Graça!


Redes Sociais


Bloquear cópia de conteúdo Não tente copiar!
Copyright (c) 2019 - conexaobombeiro.com.br - Todos os direitos reservados