POLICIA

Publicada em 07/03/18 às 20:29h - 365 visualizações
Corpo de policial civil executado com 30 tiros em Ponta Porã, MS, é levado para Brasília

fonte: g1.globo.com


Ele recebeu homenagens da corporações civil e militar e seguiu para a cidade onde estão os seus familiares e ocorrerá o sepultamento.
O corpo de Wescley Vasconcelos, de 37 anos, foi levado de Ponta Porã para Brasília, por volta das 12h30 (de MS), desta quarta-feira (7). O policial civil foi executado com 30 tiros de fuzil na tarde de terça-feira (6). Ele recebeu homenagens da corporações civil e militar e seguiu para a cidade onde estão os seus familiares e ocorrerá o sepultamento.
Segundo o presidente do Sindicato da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul (Sinpol-MS), Gincarlo Miranda, após o velório viaturas fizeram o trajeto solene em toda a região central da cidade, inclusive no cruzamento da linha internacional, acompanhando o caminhão do Corpo de Bombeiros. As homenagens se encerraram no aeroporto onde o avião decolou rumo a Brasília.
Colegas ressaltaram quanto o servidor era dedicado e um "grande parceiro" de trabalho. A formação dele ocorreu no final de 2014 e, logo em seguida, foi transferido para a região de fronteira. Antes, o servidor já tinha atuado por 6 anos como policial militar na Bahia e sempre ressaltava a paixão pela profissão.
"Desde o momento em que ele entrou na academia, sabíamos que seria um excelente policial. Antes, havia sido PM na Bahia e depois dizia que queria fazer um bom trabalho em Mato Grosso do Sul. Eu conheci a esposa e o filho pequeno dele, vi que a dedicação era muito grande tanto na profissão quanto na família. Quando a gente estudava, ele se mostrava dedicado e então se tornou um policial padrão, com serviço de excelência", afirmou  uma investigadora de 26 anos, que atua no interior do estado.

Inscreva se em nosso Canal

https://www.youtube.com/channel/UCB6w9PYWngWIGQ8lyuYDjxg

Outra colega que trabalhou com a vítima, uma escrivã de 36 anos, disse que era Wescley quem "comandava" os grupos de estudos. "Ele ficou alojado no Sinpol [Sindicato da Polícia Civil de Mato Grosso do Sul] e montou o grupo dos corujas, mobilizando todo mundo para estudar até de madrugada. Ele ensinava macetes, era realmente dedicado", disse a policial.
Após assumir o serviço na região de fronteira, rapidamente Wescley passou a integrar o setor de inteligência da corporação. "Ele sabia muito, gostava de fazer e participar de grandes operações. Posso dizer que era uma pessoa muito dedicada, que amava ser policial", comentou o delegado Lucas Soares de Caires, que atuava juntamente com o servidor.
Investigações
Desde o crime, policiais de Campo Grande e Ponta Porã realizam uma força-tarefa na busca pelos autores, com homens da Delegacia Especializada em Repressão à Homicídios (DEH) e também da delegacia local.
Conforme o delegado regional de Ponta Porã, Clemir Vieira Júnior, testemunhas estão sendo ouvidas, além da busca por imagens de câmeras e demais diligências estão sendo feitas nesta quarta-feira (7).
Entenda o caso
Wescley morreu em uma emboscada a poucos metros da casa dele, que fica bem perto da 1ª Delegacia de Polícia Civil de Ponta Porã. Ele saiu do trabalho em viatura descaracterizada junto com uma estagiária para pegar algo em casa e, no caminho, foi baleado.
A estagiária foi atingida por tiro de raspão e encaminhada para o Hospital Regional de Ponta Porã. Ela passou por cirurgia e não corre risco de morrer. O carro em que ela e Wescley estavam ficou com marcas de tiros de fuzil Ak-47, que é de fabricação russa. De acordo com a Polícia Civil, isso demonstra o alto grau de profissionalismo dos criminosos, porque houve grande quantidade de disparos e praticamente só acertaram o policial, que era o alvo.
O Sindicato de Policiais Civils de Mato Grosso do Sul disse que o assassinato de Wescley "é uma afronta ao próprio estado" e que dá suporte à família do investigador e colegas. Também em nota, a Polícia Civil informou que as investigações sobre o caso já começaram e a que a DEH ficará responsável pelos trabalhos. A instituição informou ainda que também presta apoio a familiares e amigos de Wescley.



Os Heróis da Vida Real.
Hora Certa
Estatísticas
Visitas: 6735295 Usuários Online: 140


Fan Page

Tempo no Brasil
You Tube Inscreva-se.
Departamento de Vendas.
Conexão Blogspot.
Rádio Web.
Bombeiros RS Treinamentos
Febrabom RS
A Maior Loja do Brasil

Inscreva-se em Nosso Canal.
Empresa Forte é Destaque Aqui!
Espaço Democrático.
Anuncie Aqui.
Anuncie Aqui!
Fique informado:
Colunistas

Júlio Valêncio

Contra ou a Favor! "eis a Questão".


MESTRE APARECIDO

O Malvado Favorito.


CARLOS CARDOSO

Bombeiros Civis do Rio Grande do Sul Fiquem Atento a Propagandas Enganosas pois, Nada é de Graça!


Redes Sociais


Bloquear cópia de conteúdo Não tente copiar!
Copyright (c) 2018 - conexaobombeiro.com.br - Todos os direitos reservados