POLICIA

Publicada em 05/02/18 às 10:23h - 324 visualizações
'Lastimado com a perda desse grande colega', diz sargento sobre policial morto em São Leopoldo.

fonte: g1.globo.com


Soldado foi morto no sábado (3) em frente ao mercado da família de sua mulher. Domingo (4) foi marcado por homenagens de amigos e colegas.
O domingo foi de luto e homenagens pela morte do soldado Rodrigo Viegas, morto no sábado (3) em um mercado de São Leopoldo, no Vale do Sinos, Região Metropolitana de Porto Alegre.
"Colega, amigo particular, parceiro, gente muito boa. Conviveu com meus filhos, os filhos dele conviveram com meus filhos. A gente fica lastimado com a perda desse grande colega, dessa pessoa que era para nós, e como colega", lamenta o sargento Aldo Henrique de Oliveira, que trabalhou com Rodrigo.
Sargento Henrique lamenta a morte do colega em São Leopoldo.
O soldado estava há 10 anos na Brigada Militar, sempre atuando em São Leopoldo, onde morava. Ele foi morto no mercado de propriedade da família da atual mulher, que fica bem próximo de onde vivia. Ele deixa dois filhos gêmeos de 13 anos, e uma filha de 4 anos.
O domingo (4) foi marcado por homenagens. Sirenes de viaturas foram acionadas, e colegas que atuam no Litoral Norte do Rio Grande do Sul escreveram o nome de Viegas na areia, em frente à guarita onde estavam trabalhando.
Colegas da Brigada Militar de Rodrigo Viegas fiizeram uma homenagem na manhã deste domingo (4) em SãoLeopoldo.
O policial será velado em Pelotas, no Sul do estado, a partir das 11h desta segunda-feira (5).
A polícia ainda trabalha com as hipóteses de execução ou assalto. Apenas a arma do policial, uma pistola .40 foi levada pelos criminosos. Ninguém foi preso.
Colegas da Brigada Militar que estão no Litoral prestaram homenagem ao soldado assassinado em São Leopoldo. 
"Pode ter sido sim uma tentativa de roubo a estabelecimento comercial, porque já aconteceu nesta semana, inclusive esse mercado foi alvo de uma tentativa, na verdade não foi tentativa, foi uma consumação, foi um roubo consumado. Então pode ter acontecido, sim, mas não se descarta as outras possibilidades. Enfim, ele é policial militar, ele morava na região. Então essa hipótese de uma possível reprimenda por conta da atividade, não é descartada", afirmou a capitão da Brigada Militar Bibiana Beck Menezes.
O crime aconteceu no pátio do mercado, por volta das 20h. Em seguida, conforme as testemunhas, quatro homens desceram de um carro e efetuaram pelo menos sete disparos contra o policial. Ele foi levado ainda com vida para o Hospital Centenário, mas não resistiu aos ferimentos.
"Eu e a minha esposa ficamos surpreendidos com aquilo ali. Assim, de repente, os caras desceram, só ouvimos os estampidos e pronto", disse um vizinho que preferiu não se identificar.
Na parede do batalhão onde ele trabalhava, um quadro guarda os nomes dos aniversariantes do mês. O soldado faria 34 anos no dia 13 de fevereiro. "Embora não esteja aqui, vamos comemorar. Merecedor da data. Sem ele, mas na lembrança. Vão ficar registrados os bons momentos", afirma a capitão.




Os Heróis da Vida Real.
Hora Certa
Estatísticas
Visitas: 6735084 Usuários Online: 21


Fan Page

Tempo no Brasil
You Tube Inscreva-se.
Departamento de Vendas.
Conexão Blogspot.
Rádio Web.
Bombeiros RS Treinamentos
Febrabom RS
A Maior Loja do Brasil

Inscreva-se em Nosso Canal.
Empresa Forte é Destaque Aqui!
Espaço Democrático.
Anuncie Aqui.
Anuncie Aqui!
Fique informado:
Colunistas

Júlio Valêncio

Contra ou a Favor! "eis a Questão".


MESTRE APARECIDO

O Malvado Favorito.


CARLOS CARDOSO

Bombeiros Civis do Rio Grande do Sul Fiquem Atento a Propagandas Enganosas pois, Nada é de Graça!


Redes Sociais


Bloquear cópia de conteúdo Não tente copiar!
Copyright (c) 2018 - conexaobombeiro.com.br - Todos os direitos reservados