MATERIAL ESTUDO

Publicada em 03/08/17 às 10:46h - 1438 visualizações
Equipe de Intervenção Rápida (RIT) Qual a finalidade?

fonte: ncendioseresgates.blogspot.com.br


RIT - Rapid Intervention Team
O termo pode ser traduzido como Equipe de Intervenção Rápida, é basicamente é um grupo de dois ou mais bombeiros com a função de resgatar outro(s) bombeiro(s) em perigo.
O RIT não é um grupo de busca primária, nem de combate a incêndio. Esta equipe fica de prontidão do lado externo da edificação, podendo auxiliar em funções como avaliação 360o, abertura de acessos, ventilação e montagem de linhas de ataque, mas sempre em prontidão caso seja necessário resgatar algum bombeiro.
Geralmente não é uma equipe de primeira resposta na ocorrência - as primeiras equipes na cena realizarão o combate e a busca primária, se necessário.
Pode ser montada em qualquer tipo de incêndio estrutural, mas é mais usada em incêndios maiores (casas de alvenaria de grande porte, edifícios, grandes comércios, indústrias).
Durante as operações de combate e busca primária, podem ocorrer colapso de estruturas, quedas, desorientação e falta de ar no EPR, levando o bombeiro a pedir socorro via rádio ("Mayday").
Nestes casos, o RIT entra em ação para retirar o(s) bombeiro(s) da edificação.
estudos comprovaram que, diante de uma situação de falta de ar no EPR com desorientação, não sendo o bombeiro capaz de encontrar a saída por conta própria, o melhor a se fazer é solicitar socorro pelo rádio e permanecer em repouso.
Quando o alarme do EPR começa a soar (indicando que o ar está acabando), geralmente se tem de 3 a 5 minutos para sair da edificação, dependendo do esforço e da condição física do bombeiro. Se o bombeiro permancer em repouso, este tempo passa de 20 minutos!
Quando um bombeiro pede socorro - se for possível - é importante que ele se identifique, tente dar um ideia de onde se encontra, informe o nível de ar no seu EPR e as condições do local (colapso de estruturas, fumaça do chão ao teto, chamas, etc).
Dependendo do nível de ar, o RIT poderá ter que levar um EPR extra para conseguir extrair o bombeiro sem que este - ou o próprio RIT - fique sem ar.
Existem algumas ferramentas básicas que um RIT deve ter à mão para facilitar o resgate. Entre elas:
Alavanca Halligan, Machado de arrombamento,Corta-vergalhão,Serra policorte, Motosserra,Bolsa com cabo (50m ou mais, para poder ter um guia de saída),
EPR extra.Lanternas,Rádio.Se disponível, levar junto uma câmera térmica.
Os equipamentos que o RIT vai levar para dentro da edificação dependerão do local onde se encontra o bombeiro a ser resgatado, do nível de ar nos cilindros, do tipo de edificação, etc. A decisão é baseada na experiência do time para antever possíveis dificuldades.
Mas lembre-se que o RIT pode ter que carregar um ou mais bombeiros para fora da edificação. Portanto, quanto menos peso, melhor.
O RIT deve ser formado preferencialmente por bombeiros experientes e em boa condição física, pois a busca e a extração do(s) bombeiro(s) exigirá velocidade, decisão rápida e força.
Outro ponto importante é, sempre que possível, contar com uma equipe de pré-hospitalar no incêndio para atendimento dos bombeiros. Caso haja vítimas (não bombeiros), outras ambulâncias deverão ser solicitadas, sempre permanecendo uma delas no local.



Os Heróis da Vida Real.
Hora Certa
Estatísticas
Visitas: 6339238 Usuários Online: 101


Fan Page

Tempo no Brasil
You Tube Inscreva-se.
Departamento de Vendas.
Conexão Blogspot.
Rádio Web.
Bombeiros RS Treinamentos
Febrabom RS
A Maior Loja do Brasil

Inscreva-se em Nosso Canal.
Empresa Forte é Destaque Aqui!
Espaço Democrático.
Anuncie Aqui.
Anuncie Aqui!
Fique informado:
Colunistas

Júlio Valêncio

Contra ou a Favor! "eis a Questão".


MESTRE APARECIDO

O Malvado Favorito.


CARLOS CARDOSO

Bombeiros Civis do Rio Grande do Sul Fiquem Atento a Propagandas Enganosas pois, Nada é de Graça!


Redes Sociais


Bloquear cópia de conteúdo Não tente copiar!
Copyright (c) 2018 - conexaobombeiro.com.br - Todos os direitos reservados