CIDADES

Publicada em 02/03/17 às 12:57h - 687 visualizações
Obras que travam abertura do Presídio de Canoas no RS são retomadas.

fonte: g1.globo.com


Segundo o governo do estado, Complexo Prisional está 99% concluído. 
O que falta é a rede de abastecimento de água e de coleta de esgoto.

Depois de um mês de espera, o governo do Rio Grande do Sul conseguiu solucionar o impasse que atrasava o início de uma das principais obras que ainda faltam para a conclusão do Complexo Prisional de Canoas, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Na quarta-feira (1), teve início a instalação das redes de abastecimento de água e de coleta de esgoto. Se as previsões se confirmarem, a penitenciária deve receber 200 presos em abril (veja na reportagem).

Segundo o governo do estado, o Presídio de Canoas está 99% concluído. O 1% que falta diz respeito justamente às redes de abastecimento de água e de coleta de esgoto.


O governo passou meses tentando contratar uma empresa para fazer o serviço. Abriu licitação, mas ninguém se interessou.

Diante disso, o secretário de Segurança Cezar Schirmer apelou para a Companhia Riograndense de Saneamento (Corsan). A estatal usou o contrato de uma empresa prestadora de serviço em Canoas para fazer o trabalho.

Os operários estão abrindo as valas por onde vão passar os tubos de distribuição de água e de coleta de esgoto. A estimativa é que vão ser consumidos 100 mil litros de água por dia no local. O custo deverá ficar em torno de R$ 830 mil.

"Nós temos dois prazos. O primeiro é de 45 dias para a conclusão da primeira fase, que possibilitará a ocupação de 200 pessoas no presídio. E depois mais 45, 90, 100 dias, para ficar em condições na parte de esgotamento sanitário e de água tratada", explica o diretor de expansão da Corsan, Marcus Vinicius Caberlon.

Mas além da instalação da rede de abastecimento de água e de esgoto, outra obra é necessária para a abertura do Presídio de Canoas. É a pavimentação de uma estrada que dá acesso ao local.

O trabalho é responsabilidade da Prefeitura de Canoas, mas, nas concorrências anteriores, nenhuma empresa se interessou. O valor foi considerado muito abaixo do mercado: cerca de R$ 1,8 milhão. Agora, a administração estuda reajustar o valor em 25%.

Enquanto isso, o governo tem mandado criminosos capturados nas ruas para as carceragens das delegacias e para o Centro de Triagem (CT), em Porto Alegre, que, por enquanto, tem 10 presos.

Na semana que vem, o CT deverá receber mais detentos. O Exército está construindo beliches de concreto que no momento estão secando.

A obra em Canoas foi iniciada em julho de 2013 ao custo de quase R$ 18 milhões. Quando estiver pronto, o presídio terá 2,4 mil vagas. A casa prisional é apontada como uma das alternativas para diminuir a superlotação nas cadeias do estado.


Os Heróis da Vida Real.
Hora Certa

Estatísticas
Visitas: 6892841 Usuários Online: 51


Fan Page

Tempo no Brasil
You Tube Inscreva-se.
Departamento de Vendas.
Conexão Blogspot.
Rádio Web.
Bombeiros RS Treinamentos
Febrabom RS
A Maior Loja do Brasil

Inscreva-se em Nosso Canal.
Empresa Forte é Destaque Aqui!
Espaço Democrático.
Anuncie Aqui.
Anuncie Aqui!
Fique informado:
Colunistas

Júlio Valêncio

Contra ou a Favor! "eis a Questão".


MESTRE APARECIDO

O Malvado Favorito.


CARLOS CARDOSO

Bombeiros Civis do Rio Grande do Sul Fiquem Atento a Propagandas Enganosas pois, Nada é de Graça!


Redes Sociais


Bloquear cópia de conteúdo Não tente copiar!
Copyright (c) 2018 - conexaobombeiro.com.br - Todos os direitos reservados