BOMBEIROS

Publicada em 20/06/18 às 17:31h - 651 visualizações
Frente Parlamentar Desmente Informações Publicadas em Fack News.

conexaobombeiro.com.br


 (Foto: conexaobombeiro.com.br)
Noticias falsas invadem a internet e confundem Bombeiros Civis. 
Sem nenhum compromisso ético jornalístico as notícias falsas ou os já famosos Fake News têm o poder de caminhar com os próprios pés, apelando para o emocional humano. Com um título sensacionalista ou com um corpo de texto que careça de fontes acabam entrando em concordância com determinadas opiniões pré-estabelecidas, ela tem mais chances de ser compartilhada porque, as pessoas estão em busca de cada vez mais argumentos que justifiquem seus posicionamentos. Em resumo, os produtores de notícias falsas se aproveitam da ingenuidade e da falta de autocrítica e dá checagem das informações. 
Durante esta semana, no dia 13/06 circulou entre as redes sociais e principalmente no aplicativo Whatsapp o canal preferido pelos especialistas em maquiar informações. Uma noticia sem fonte fidedigna publicada em blog extremamente suspeito escritas por uma pessoa aparentemente sem vinculo jornalístico. Se utilizando, de conteúdo sem fontes concretas, assinada de maneira tão suspeita quanto à do conteúdo exposto no "pseudo blog". 
Sem crédito jornalístico, menos ainda credibilidade na informação vinculada. A noticia publicada, da Conta de uma suposta investigação Realizada pela Policia Federal envolvendo, A federação Brasileira de Bombeiros Civil através de seu presidente Nacional Handerson Fábio assim como, os integrantes da Frente parlamentar em defesa e desenvolvimento da profissão Bombeiro Civil. 
O Fake News que articula a informação publicada sobre a ótica unilateral de uma pesquisa realizada sem explicar a veracidade jornalística das fontes. Em nenhum momento, ofereceu o direito de resposta ou replica as pessoas Citadas. Desta forma acaba por Julgar e condenar sem responsabilidade ou imparcialidade por conta própria. 
A suposta matéria realizada pelo "pseudo blog" estranhamente em alguns trechos ataca varias instituições, no entanto, defende em seu conteúdo uma certa associação vinculada a profissão Bombeiro civil já frequentadora assídua da policia Civil e do ministério público por diversas vezes. Subsidio este, que Reafirma ainda mais, a falta de Credibilidade da matéria publicada.

Com extrema maestria imaginária o "pseudo blog" assim como a pesquisa realizada pelo jornalista fictício, através da inegável e fértil imaginação criam um suposto esquema de dominação da profissão Bombeiro Civil no Brasil. 
Envolvendo empresários, políticos e sindicatos. 
No entanto, não mostra condenações, documentos muito menos provas plausíveis sobre o exposto na argumentação Publicada algo que mostra mais vez a inexistência de subsídios bem como veracidade e responsabilidade na informação publicada. 
O Fake News aparentemente, a serviço de determinada instituição ao longo do tempo devido a falta de ações institucionais realizadas pela entidade defendida no texto. Tem como principal missão, atacar a frente parlamentar e seus integrantes. Muito devido ao encaminhamento da regulamentação da lei federal 11901 e também, o projeto lei que institui o conselho de classe da profissão Bombeiro Civil. 
Que em consequência, acabarão com genéricos intitulados conselhos. 
Inegavelmente com o pretexto a indução ao erro artigo este, previsto no código penal Brasileiro através do art. 171. A falsa noticia, publicada pelo "pseudo criado as pressas Blog" não mostra ou não explica os trâmites necessários para a criação de uma frente parlamentar. 
Que foi constituída, na metade de 2016 regulamentada pelo ato 69/05 da mesa diretora composta, por 1/3 dos integrantes do poder legislativo dos mais variados partidos que defendem o mesmo objetivo causando espanto, a falta desta informação publicada pelo Fake News. 
A noticia vinculada, através da pesquisa imaginária realizada pelo jornalista fictício da conta de que tanto Febrabom, sindicatos e frente parlamentar estariam segundo o Fake News envolvidos em esquemas fraudulentos. 
O ônus da Prova é de quem acusa: 
Diante disso, nossa equipe de jornalismo entrou em contato com os nomes citados nesta "noticia". 
Segundo o deputado Rôney Nemer: "está noticia é Fraudulenta, pois não houve julgamento da 1º primeira turma do STJ" estaremos estudando medidas jurídicas. 
Via congresso. 
Ceciliano Júnior Citado: "Estudaremos a viabilidade de uma ação judicial coletiva via conselho consultivo da frente parlamentar". Segundo ele, é inadmissível que quem não faz nada pela profissão continue em pune diante da publicação e disseminação de falsas informações. 
Handerson Fábio Presidente Nacional da Febrabom citado: "Ser candidato a qualquer cargo público ou politico inclusive, nas questões sindicais é um direito de qualquer cidadão". 
Sabemos de onde vieram estas noticias e principalmente, quem as publicou.

"Diante deste fato tomaremos as medidas cabíveis Via MP e Delegacia especializada em Crimes Virtuais". Afirmou.

 O Sepebc do distrito Federal Também estuda medidas judiciais cabíveis.

Primando pela ética jornalística procuramos através de diversas pesquisas o 
"pseudo" jornalista Jackson Antunes autor da matéria vinculada. Que em nenhum momento, foi encontrado.
Art: Júlio Valencio
Jornalista: Registro Profissional: 19127/RS



Os Heróis da Vida Real.
Hora Certa

Estatísticas
Visitas: 6892296 Usuários Online: 319


Fan Page

Tempo no Brasil
You Tube Inscreva-se.
Departamento de Vendas.
Conexão Blogspot.
Rádio Web.
Bombeiros RS Treinamentos
Febrabom RS
A Maior Loja do Brasil

Inscreva-se em Nosso Canal.
Empresa Forte é Destaque Aqui!
Espaço Democrático.
Anuncie Aqui.
Anuncie Aqui!
Fique informado:
Colunistas

Júlio Valêncio

Contra ou a Favor! "eis a Questão".


MESTRE APARECIDO

O Malvado Favorito.


CARLOS CARDOSO

Bombeiros Civis do Rio Grande do Sul Fiquem Atento a Propagandas Enganosas pois, Nada é de Graça!


Redes Sociais


Bloquear cópia de conteúdo Não tente copiar!
Copyright (c) 2018 - conexaobombeiro.com.br - Todos os direitos reservados