BOMBEIROS

Publicada em 14/06/18 às 21:18h - 410 visualizações
Prontos para salvar vidas, Santa Catarina tem 10 cães bombeiros.

fonte: dc.clicrbs


Santa Catarina tem dez cães treinados para auxiliar os bombeiros no salvamento e resgate de pessoas. Lages, na Serra, é uma desta cidades que conta com esta importante ferramenta de trabalho. Por lá, quem ajuda no serviço é o cão bombeiro Barney. 
Da raça labrador, ele tem um cerca de dois anos de idade e para manter a saúde e, principalmente o olfato em dia, segue uma rotina diária de treinamentos e cuidados. Barney se alimenta com ração apropriada e alguns suplementos alimentares. Pratica exercícios físicos: anda em esteira e faz natação. 
Com os recursos arrecadados através do Funrebom (Fundo de Reaparelhamento do Corpo de Bombeiros), um tributo municipal, é capaz de realizar consultas e exames em clínicas veterinárias, adquirir brinquedos, equipamentos, e fazer treinamentos específicos.
Devidamente preparado e pronto para a busca e auxílio em salvamento e resgate de pessoas nas mais variadas ocorrências e situações adversas, o cão encara a rotina de trabalho como uma brincadeira, explica o soldado e condutor, Luciano Rangel:
- Ele não busca por simples obrigação, mas sim por ser prazeroso. Para isso, trabalhamos e aguçamos ainda mais o sentido do olfato do cão para as operações dos Bombeiros Militares - destaca.
O soldado Luciano Rangel conduz Barney nas operações de salvamento
Segundo Rangel, Barney está pronto para atuar na busca urbana e rural:
- Um exemplo são as estruturas colapsadas nas áreas urbanas, assim como aconteceu no prédio que desabou no início no mês de maio, em São Paulo. Uma irmã do Barney ajudou neste trabalho em apoio às equipes humanas na busca das vítimas - disse o soldado.
A última atuação de Barney, segundo o Corpo de Bombeiros de Lages, foi em uma área rural do município de Urubici. O local era de difícil acesso e na oportunidade, infelizmente a vítima foi encontrada sem vida, mas a atuação do cão foi de suma importância para a localização do corpo.
- Como parâmetros, o Corpo de Bombeiros de Santa Catarina estabelece que o cão, para atuar, tenha no mínimo um ano e meio de vida, com constantes treinamentos e provas de certificação, em que se simulam ocorrências com avaliações de árbitros especializados no condicionamento canino - explica Rangel.
Onde estão os cães bombeiros de Santa Catarina:
São Miguel do Oeste
No 12º batalhão há dois animais: Jonny e o Life
Xanxerê
Malu e Bravo são os cães bombeiros do 14º Batalhão
Curitibanos
O cachorro que auxilia o trabalho dos bombeiros do 2º batalhão é o Hunter
Lages
Barney é o cão bombeiro do 5º Batalhão
Itajaí
No 7º batalhão a Laika e o Ice auxiliam os bombeiros
Canoinhas
Chewbacca é o cachorro do 9º Batalhão
Segundo o Corpo de Bombeiros, os cães atendem a demanda de cada batalhão e quando há necessidade, são deslocados para outras regiões e até mesmo outros Estados.



Os Heróis da Vida Real.
Hora Certa
Estatísticas
Visitas: 6735020 Usuários Online: 41


Fan Page

Tempo no Brasil
You Tube Inscreva-se.
Departamento de Vendas.
Conexão Blogspot.
Rádio Web.
Bombeiros RS Treinamentos
Febrabom RS
A Maior Loja do Brasil

Inscreva-se em Nosso Canal.
Empresa Forte é Destaque Aqui!
Espaço Democrático.
Anuncie Aqui.
Anuncie Aqui!
Fique informado:
Colunistas

Júlio Valêncio

Contra ou a Favor! "eis a Questão".


MESTRE APARECIDO

O Malvado Favorito.


CARLOS CARDOSO

Bombeiros Civis do Rio Grande do Sul Fiquem Atento a Propagandas Enganosas pois, Nada é de Graça!


Redes Sociais


Bloquear cópia de conteúdo Não tente copiar!
Copyright (c) 2018 - conexaobombeiro.com.br - Todos os direitos reservados