BOMBEIROS

Publicada em 07/12/17 as 05:38h - 493 visualizações
Dieese Realiza Pequisa Sobre a Profissão Bombeiro Civil na Paraíba e Demais Regiões do Brasil.

Fonte: MTb – Rais


PESQUISA ENCOMENDADA PELO SINDIBOMBEIROS-PB AO DIEESE
Pioneirismo e Iniciativa em beneficio de todos os Bombeiros Civis do Brasil!
Diante da atual situação econômica do país principalmente, levando em conta a falta de emprego e oportunidades aliados, ao crescimento assustador de vários segmentos e atividades econômicas.
O SINDIBOMBEIROS-PB em parceria com o DIEESE vem desenvolvendo uma pesquisa de extrema relevância direcionada ao desenvolvimento e crescimento da categoria Bombeiro Civil em âmbito Nacional. Diante do quadro econômico em que se encontra a economia Brasileira O SINDIBOMBEIROS-PB mostrando preocupação e atitude frente aos dados atuais percebeu a necessidade, de um trabalho mais especifico frente ao crescimento, pouco satisfatório, no que se refere ao segmento desempenhado por Bombeiro Civil em todo o Território nacional.
Segundo os dados até o momento coletados pelo Dieese que mostram um crescimento não condizente com a realidade da profissão. O SINDIBOMBEIROS-PB Diante e em mão destes dados. Alerta, a todos os SINDICATOS e representantes da categoria que muitos profissionais de prevenção estão sendo registrados erroneamente em CBO (Classificação Brasileira de Ocupações) não condizentes com suas reais funções e atividades. O SINDIBOMBEIROS-PB alerta ainda, que o (Classificação Brasileira de Ocupações) do Bombeiro Civil em todo Brasil é o 5171-10, não podendo ser registrado em outra classificação senão a que lhe representa no MTE (Ministério do Trabalho e Emprego). Segundo dados levantados pelo SINDIBOMBEIROS-PB em visitas feitas a Empresas que contratam profissionais de Prevenção, o número de contratados passa dos 250 (duzentos e cinquenta), podendo chegar a um número bem mais elevado. Logo, mediante a pesquisa do Dieese, a Paraíba só possui 92 (noventa e dois) Bombeiros Civis registrados no CBO referente ao da profissão. 
O sindicato da Paraíba registrou ainda, um déficit na contratação, tanto dos profissionais num todo como de mulheres nas empresas assim como, nos salários e faixa etária. Onde deveria ter um quantitativo mínimo de: 02 (dois) a 10 (dez) ou mais profissionais contratados. A visita realizada pelo SINDIBOMBEIROS-PB constatou ainda, profissionais preventivos trabalhando sozinhos e em condições extremamente precárias. Sendo que os valores dos salários variam de empresa para empresa, podendo chegar a uma diferença de até 30% devido à falta de CCT (Convenção Coletiva de Trabalho) no Estado. Na Paraíba, o sindicato vem propondo meios e soluções onde a quantidade de bombeiros formados já chega ao numero de: DEZ MIL formados e poucas ofertas de oportunidades.
Diante dos dados apresentados pela pesquisa realizada pelo DIEESE. O SINDIBOMBEIRO-PB Através, de seu Presidente Romério Ricardo ratificou seu compromisso, de lutar diuturnamente, pela organização dos registros na classificação do MTE, pela valorização da classe e desenvolvimento da profissão na PB.
O SINDIBOMBEIROS-PB está devidamente APROVADO NO MINISTÉRIO DO TRABALHO E EMPREGO. Sendo, portanto o legítimo e único sindicato laboral representante dos os interesses dos trabalhadores da categoria de Bombeiros Civis no Estado da Paraíba dentre as atividades determinadas.
Fonte: MTb - Rais
Elaboração: DIEESE
OBS: A valores reais pelo INPC/IBGE




Hora Certa
Estatísticas
Visitas: 5416501 Usuários Online: 46


Fan Page

Departamento de Vendas.
You Tube

Tempo no Brasil
Conexão Blogspot.
Febrabom RS
Bombeiros RS Treinamentos
A Maior Loja do Brasil

Empresa Forte é Destaque Aqui!
Veja agora!
Espaço Democrático.
Anuncie Aqui.
Anuncie Aqui!
Fique informado:
Rádio Web.
Colunistas

Júlio Valêncio

Contra ou a Favor! "eis a Questão".


MESTRE APARECIDO

O Malvado Favorito.


CARLOS CARDOSO

Bombeiros Civis do Rio Grande do Sul Fiquem Atento a Propagandas Enganosas pois, Nada é de Graça!


Redes Sociais


Bloquear cópia de conteúdo Não tente copiar!
Divulgue e Apareça!
Copyright (c) 2017 - conexaobombeiro.com.br - Todos os direitos reservados